wof’s rain

Wolf’s Rain
Num mundo futurista, o planeta foi arrasado e os humanos vivem em cidades construídas sob domos. As famílias dos "nobres", a classe dominante, vivem em ricos castelos guardados por batalhões de soldados, enquanto o resto da população sobrevive como pode. Antigas lendas falam de profecias obscuras, segundo as quais os lobos, fortalecidos pela Flor da Lua, se tornarão os senhores da Terra e abrirão as portas do Paraíso. Temendo perder seu poder, os nobres mandam caçar os lobos impiedosamente, e agora eles são considerados extintos. No entanto, não é bem assim. Graças a uma ilusão causada por seu poder, os lobos sobreviventes vagam em meio aos humanos, aguardando o momento em que a Flor os chame para iniciarem a sua jornada.
 

 Um dia, Kiba, um jovem lobo, surge na cidade com uma missão: encontrar a "filha da flor da lua" e, juntamente com ela, chegar ao paraíso. Juntam-se a ele mais três lobos: Tsume, frio e desconfiado; Hige, despreocupado e que só pensa em comer e Toboe, um garoto lobo que foi domesticado e sente falta do carinho humano. Juntos eles resgatam Cheza, uma estranha garota de olhos vermelhos, do laboratório onde era mantida. Cheza é um ser desenvolvido através de engenharia genética a partir de flores que se abrem ao luar. Os lobos se sentem irresistivelmente atraídos por Cheza e são capazes dos maiores sacrifícios para ficarem ao seu lado. Mas Cheza é raptada pelos nobres e os quatro lobos partem em seu auxílio, seguidos pela cientista que cuidava dela no laboratório e seu ex-marido, um detetive, bem como um velho homem que caça lobos para vingar a morte de seu filho, juntamente com sua cadela Blue. Os destinos de todos eles acabam se entrelaçando na busca pela verdade sobre os lobos e seu papel na busca pelo paraíso.

A arte e a animação de Wolf’s Rain é de primeiríssima qualidade, uma das melhores coisas que já vi até hoje! O desenho dos personagens principais faz-nos lembrar Gatchaman (G-Force), mas com um toque ainda mais cuidado. As paisagens e as cores são maravilhosas, com cenas de grande impacto visual e riqueza de detalhes.

Existem várias lutas entre os lobos e seus inimigos, por vezes bastante sangrentas. Também são várias cenas de perseguição bastante emocionantes. Mesmo assim, o forte da acção desta série é a tensão que se estabelece em cada confronto, e não nas batalhas em si.

Com um conteúdo psicológico extremamente rico, Wolf’s Rain está cheio de simbolismo e "citações" de vários produtos culturais de diversas fontes, ou seja, cenas que pensamos que já tinhamos visto em algum lugar ou acontecimentos que pensavamos já conhecer, são meras ilusões. A verdade é que são lugares e coisas novas e ajudam a estabelecer um elo maior com o espectador.
A história é muito densa e exige boa imaginação para completar as entrelinhas e alcançar uma dimensão mais profunda do que aquela do simples enredo. Imagens arquetípicas como a lua, os lobos e as flores correm paralelas aos relacionamentos entre homens e mulheres e entre humanos e a Natureza. Se é daquelas pessoas que gosta de descobrir significados "profundos", então Wolf’s Rain é um prato cheio, desde "mulheres que correm com os lobos" até "o homem é o lobo do homem"…

Apesar de ser uma série "séria", o humor também está presente em algumas cenas vividas por dois dos personagens (Hige e Toboe), que passam a vida a meter-se em sarilhos.

Wolf’s Rain é uma série muito boa! Desde o extremo cuidado com a produção artística, a excelente banda sonora (assinada por Yoko Kanno de Cowboy Bebop, da qual faz parte até uma música em português!) e a história densa e bem estruturada.
O argumento parece incrivelmente fantástico, mas é desenvolvido de uma maneira brilhante, mostrando a teia de interacções que liga os humanos, os lobos, os seres artificiais conhecidos como "filhos das flores" e todos os demais seres vivos que habitam o planeta. É uma incrível história repleta de simbolismo e citações das mais diversas, sem falar na acção e na animação de primeiríssima qualidade. Preste atenção especialmente em cenas antológicas, como naquela em que Cheza salta de uma nave e desce rodopiando suavemente até o chão, num movimento totalmente calcado naquele de algumas sementes que descem das árvores como pequenos helicópteros, ou na maravilhosa abertura, da qual faz parte a ótima canção Stray.

Com um total de 30 episódios e produzido pelos estúdios Bandai Visual e Bones, Wolf’s Rain é capaz de ser a melhor série "curta" de anime que já vi até hoje.
Simplesmente imperdível!

 
abaixo links de download:
 
 
 
 
 
Sao legendados]
 
por favor aguardem os outros episodios…
 
 
Até mais e obrigado!
 
Fotos depois….
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s